NOVARTIS ANUNCIA LUCRO ZERO EM MEDICAMENTOS PARA TRATAR COVID-19



POR EGLE LEONARDI E JÚLIO MATOS

A gigante farmacêutica suíça Novartis, por meio de sua subsidiária Sandoz, fornecerá, mundialmente e sem obtenção de lucro, medicamentos para o tratamento da Covid-19, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus ou enquanto não houver vacina ou tratamento efetivo que cure os infectados. Serão beneficiados 79 países em desenvolvimento da lista do Banco Mundial.


A iniciativa traz implicações socialmente positivas, pois visa facilitar o acesso e ajudar a aliviar o estresse nos sistemas de saúde em países com dificuldades financeiras na África, Ásia, América do Sul e Europa. O portfólio inclui tratamentos para doenças gastrointestinais, sintomas respiratórios agudos, pneumonia e choque séptico. Com a ação, a ONG Médicos Sem Fronteiras pediu mais transparência sobre o preço dos medicamentos e que o setor indústrial farmacêutico siga essa iniciativa de não lucrar com novos medicamentos para a Covid-19.


"A Novartis deve publicar o 'preço de custo' real desses medicamentos, bem como quaisquer custos de pesquisa e desenvolvimento e custos de produção de todos os seus medicamentos", disse um porta-voz da Médicos Sem Fronteiras. "Além disso, esperamos que outras empresas sigam iniciativas similares de fornecer 'sem lucro' quaisquer novos produtos contra a Covid-19".


Os medicamentos da Novartis tiveram pouca aplicação no tratamento do novo coronavírus, e seu medicamento para a malária, a hidroxicloroquina, fracassou em alguns ensaios científicos contra a nova doença. No entanto, os genéricos da Sandoz estão entre os medicamentos comumente usados para tratar os sintomas das pessoas hospitalizados pelo novo coronavírus.


Outra matéria sobre o tema: Medicamentos biológicos são tendência para a indústria farmacêutica


"Não devemos subestimar o estresse que a Covid-19 causa, especialmente, em sistemas de saúde frágeis", disse o diretor operacional da Novartis Global Health, Lutz Hegemann, acrescentando que a Novartis espera trabalhar com autoridades de saúde, organizações religiosas e ONGs para cortar a margem de lucro. "Não estamos falando dos canais de distribuição comerciais clássicos, mas de canais muito diretos".


Os 15 medicamentos na lista da iniciativa incluem vários antibióticos, o esteroide dexametasona (que obteve algum sucesso no tratamento de casos graves de Covid-19), a droga para insuficiência cardíaca dobutamina, o antifúngico fluconazol e a droga pulmonar salbutamol, entre outros. Hegemann não informou qual o custo ‘sem lucro’ dos medicamentos, em comparação com os preços comerciais. Esses itens existem há décadas e são relativamente baratos de fabricar.


A Sandoz escolheu os medicamentos "com base na relevância clínica e disponibilidade para garantir que a demanda possa ser atendida globalmente". O objetivo é ajudar os pacientes a gerenciar os primeiros sintomas da Covid-19 antes que se transformem em complicações graves, disse em comunicado o CEO da subsidiária Novartis, Richard Saynor.


Hidroxicloroquina


Embora tenha encerrado seu próprio estudo de hidroxicloroquina, a Novartis disse que ainda está apoiando estudos iniciados por investigadores. A farmacêutica também está testando a artrite medial Ilaris e o inibidor de JAK Jakafi, parceiro da Incyte, em ensaios de fase 3 para testar a capacidade dos medicamentos de controlar reações imunológicas perigosas em pacientes graves com Covid-19.


Além disso, a Novartis se comprometeu a doar US$ 40 milhões (R$ 213 milhões) para apoiar as comunidades afetadas pela pandemia. A AveXis, ramo de terapia genética da Novartis, se uniu ao Massachusetts Eye and Ear e ao Massachusetts General Hospital para ajudar a fazer uma candidata à vacina contra a Covid-19, chamada AAVCOVID, oferecendo seu know-how na fabricação de vírus adenoassociado, uma ferramenta comum de administração de terapia genética.

Com informações da CNN Brasil, do Valor Econômico e do Fierce Pharma


Participe do nosso grupo de WhatsApp para receber notícias relacionadas à indústria farmacêutica. Clique aqui e faça parte do seleto grupo CDPI Notícias.

62 visualizações

​© 2018 CDPI PHARMA

CDPI-logo-aprovada-02.png
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn