ELI LILLY ANUNCIA PRIMEIRO ESTUDO COM ANTICORPOS CONTRA COVID-19



POR EGLE LEONARDI E JÚLIO MATOS

A Eli Lilly and Company anunciou que os pacientes foram dosados ​​no primeiro estudo do mundo sobre um potencial tratamento com anticorpos projetado para combater a Covid-19. O medicamento experimental, conhecido como LY-CoV555, é o primeiro a surgir da colaboração entre Eli Lilly e AbCellera para criar terapias de anticorpos para a prevenção e tratamento do novo coronavírus.


Os cientistas da Eli Lilly desenvolveram, em apenas três meses, o anticorpo depois que o AbCellera e o Centro de Pesquisa de Vacinas do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (NIAID) o identificaram a partir de uma amostra de sangue de um dos primeiros pacientes dos Estados Unidos que se recuperaram da infecção. O LY-CoV555 é o primeiro potencial novo medicamento especificamente projetado para atacar o SARS-CoV-2.


Outra matéria sobre o tema: AstraZeneca fornece 400 milhões de doses de vacinas contra COVID-19


Os primeiros pacientes do estudo foram dosados ​​em grandes centros médicos nos Estados Unidos, incluindo a NYU Grossman School of Medicine e Cedars-Sinai, em Los Angeles.


"Estamos comprometidos em trabalhar com nossos parceiros do setor para gerar evidências científicas para atender à necessidade urgente de tratamentos que reduzam a gravidade da doença de Covid-19", disse o diretor da Divisão de Doenças Infecciosas e Imunologia e diretor do Centro de Vacinas da NYU Langone Health, Mark J. Mulligan, ao World Pharma News. Segundo ele, tratamentos de anticorpos como esse prometem ser medidas médicas eficazes contra esta infecção mortal.


"Somos gratos por colaborar com colegas da AbCellera, NIAID e muitas instituições acadêmicas que nos ajudaram a alcançar esse marco na luta da humanidade contra a COVID-19 - uma doença caracterizada pela primeira vez há apenas seis meses. Temos o privilégio de ajudar a inaugurar essa nova era de desenvolvimento de medicamentos com o primeiro potencial novo medicamento especificamente projetado para atacar o vírus. Terapias de anticorpos como LY-CoV555 podem ter potencial para prevenção e tratamento de Covid-19 e podem ser particularmente importantes para grupos mais afetados pela doença, como idosos e pessoas com sistema imunológico comprometido", disse o diretor científico da Eli Lilly e presidente da Eli Lilly Research Laboratories, Daniel Skovronsky.


De acordo com Skovronsky, nos próximos dias os resultados desse primeiro estudo em humanos serão revisados e pretende-se iniciar estudos de eficácia mais amplos. Ao mesmo tempo em que se está investigando segurança e eficácia, também se está iniciando a fabricação em larga escala dessa terapia potencial. Se o LY -CoV555 se torna parte da solução de curto prazo para Covid-19, a Eli Lilly quer estar pronta para entregá-lo aos pacientes o mais rápido possível, com o objetivo de ter várias centenas de milhares de doses disponíveis até o final do ano.


Se os resultados da Fase 1 mostrarem que o anticorpo pode ser administrado com segurança, a Eli Lilly espera passar para a próxima fase do teste, estudando o LY-CoV555 em pacientes com Covid-19 não hospitalizados. A empresa também planeja estudar o medicamento em um ambiente preventivo, com foco em populações vulneráveis ​​de pacientes que, historicamente, não são ótimos candidatos a vacinas.

A Eli Lilly está pesquisando várias abordagens para o tratamento da Covid-19.


Os medicamentos existentes da farmacêutica estão sendo estudados para entender seu potencial no tratamento de complicações causadas pelo coronavírus, e ela está colaborando com duas empresas de biotecnologia para descobrir novos tratamentos com anticorpos.


Programa de anticorpos SARS-CoV-2


O LY-CoV555 é um anticorpo monoclonal IgG1 (mAb) neutralizante e potente direcionado contra a proteína spike de SARS-CoV-2. Ele foi projetado para bloquear a ligação viral e a entrada nas células humanas, neutralizando o vírus, potencialmente prevenindo e tratando a Covid-19. A Eli Lilly pretende testar esse primeiro anticorpo, bem como outros anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2 nos próximos meses. A farmacêutica pretende testar tanto a terapia com anticorpos únicos como as combinações de anticorpos Lilly (algumas vezes conhecidas como coquetéis de anticorpos) como terapêutica potencial.


Teste de fase 1 do LY-CoV555


O estudo J2W-MC-PYAA é um estudo de Fase 1, randomizado, controlado por placebo e duplo-cego que visa investigar a segurança, tolerabilidade, farmacocinética (PK) e farmacodinâmica (PD) do LY-CoV555 após uma dose única administrada aos participantes hospitalizados por Covid-19.

Com informações do World Pharma News


Participe do nosso grupo de WhatsApp para receber notícias relacionadas à indústria farmacêutica. Clique aqui e faça parte do seleto grupo CDPI Notícias.

134 visualizações

​© 2018 CDPI PHARMA

CDPI-logo-aprovada-02.png
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn