CFF NOMEIA NOVA COMISSÃO COM FOCO NO FARMACÊUTICO INDUSTRIAL







POR EGLE LEONARDI E JÚLIO MATOS

O Conselho Federal de Farmácia (CFF) instituiu a Comissão de Trabalho para a Indústria Farmacêutica no último dia 1º de outubro. O diretor do CDPI Pharma - Centro de Desenvolvimento Profissional Industrial e do Ephar – Instituto Analítico, Poatã Casonato, foi nomeado coordenador da Comissão, cuja nomeação foi assinada pelo presidente do CFF, Walter Jorge João. Integram o grupo os farmacêuticos industriais Alexandre Buchalla, Valéria Santos e Gustavo Mendes. A comissão deverá se reunir bimestralmente.


A atuação do farmacêutico industrial brasileiro é marcada pela Resolução 387/02, do próprio CFF, que define e regulamenta as atividades do profissional nesse segmento. A normativa aborda, detalhadamente, a fabricação, produção e processo de embalagem de medicamentos; a garantia de qualidade, a elaboração e controle de documentação técnica e controle de qualidade. Trata, ainda, da administração de materiais, drogas e insumos farmacêuticos, registro e assuntos regulatórios, orientação ao Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), planejamento e controle de produção (PCP), marketing, desenvolvimento de produtos e pesquisa clínica.


“O objetivo da formação desse grupo de trabalho é a valorização do farmacêutico industrial. Estamos elaborando um plano de ação para fazer com que isso ocorra. Iremos propor atualizações das normativas, já que a última foi há 18 anos, com a Resolução 387/02. Nós queremos aproximar e levar conhecimento para localidades importantes, como Rio de Janeiro – São Paulo – Minas Gerais – Goiás, e também para regiões mais carentes de conhecimento, como Sul, Nordeste e Norte. Queremos facilitar a capacitação de profissionais das outras regiões para que tenham possibilidade de ingressar e ampliar seu desempenho nessa seara”, falou Casonato.


Outra matéria sobre o tema: 4 passos para entrar na indústria farmacêutica


Não é de hoje que atuar na indústria tem sido o desejo dos farmacêuticos. A carreira é uma das mais promissoras e disputadas do mercado, oferecendo, além de ascensão profissional, salários acima da média. No entanto, ainda merece atenção dos órgãos competentes e dos próprios profissionais para um desenvolvimento mais contínuo. Os farmacêuticos deixam o ambiente acadêmico com muita informação técnica e sabendo pouco de gestão. O incentivo à gestão, ao desempenho, à produtividade, à comunicação, deve ser uma prática recorrente.


Conheça os membros da Comissão de Indústria do CFF


Poatã Casonato – O coordenador do grupo é farmacêutico industrial, especialista em Tecnologia Farmacêutica, MBA em Gestão Empresarial, especialista em Gestão de Negócios, pós-graduado em Liderança, Coach e Consultoria e certificado em Master Coach pelo Cóndor Blanco (Chile). Possui mais de 17 anos de experiência na indústria farmacêutica e oito anos atuando no varejo farmacêutico. É diretor do CDPI Pharma, sócio/diretor Executivo do Ephar, conselheiro federal suplente por Goiás e Conselheiro do ICTQ - Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação para o Mercado Farmacêutico.


Alexandre Buchalla - Profissional com vasta experiência na área regulatória; tem vivência com medicamentos, produtos para saúde, alimentos e funcionamentos. Atuou com diferentes órgãos reguladores internacionais, como AMAT, FDA, EMA, Health Canadá. Passou pela Eurofarma, Cimed e Libbs Farmacêutica. É diretor de Assuntos Regulatórios de Garantia de Qualidade do Ephar.


Valéria Santos – Possui 31 anos de experiência em múltiplas funções na Garantia de Qualidade de indústrias farmacêutica, cosmética e terceiros das Américas do Norte e Latina. Amplo conhecimento nos requerimentos do sistema de qualidade das principais agências reguladoras internacionais, além de vivência em Auditorias Internas e Externas de Qualidade, apoiando investigações de causa raiz e definição de plano CAPA. Competência para liderar times durante projetos de transformação de modelo de negócios e em programas de integração decorrentes de fusões e aquisições. Construiu longeva carreira na GSK.


Gustavo Mendes – Há 17 anos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Atualmente é gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos. Foi analista de Assuntos Regulatórios do Laboratório Teuto. Especialista em Gestão Pública e também em Saúde Pública. É mestre em Farmacologia e Toxicologia.


Participe do nosso grupo de WhatsApp para receber notícias relacionadas à indústria farmacêutica. Clique aqui e faça parte do seleto grupo CDPI Notícias.

211 visualizações

​© 2018 CDPI PHARMA

CDPI-logo-aprovada-02.png
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Ícone cinza LinkedIn